A psicóloga Janina Scarlet criticou a brusca mudança na personalidade de Daenerys Targaryen no penúltimo episódio de Game of Thrones, pela forma como isso pode afetar os fãs que se identificam com a personagem.

“Relacionamentos parassociais podem ajudar os fãs a se sentirem menos sozinhos em suas lutas pela saúde mental, podem inspirar esperança e criar diálogo sobre trauma e recuperação”, disse Scarlet ao CNET. “Ver uma pessoa que saiu de uma infância de abuso, experimentou violência, assédio e tragédia, pode inspirar muitos outros sobreviventes do trauma, especialmente mulheres, a melhor entenderem suas experiências traumáticas”.

“Para muitos fãs, especialmente mulheres, que podem se identificar com Daenerys em termos de serem sobreviventes, essa mudança brusca pode parecer confusa e emocionalmente perturbadora”, continuou a psicóloga.


“É minha esperança que, no futuro, roteiristas de filmes e televisão considerem ter consultores culturais e/ ou médicos na equipe, especialmente quando escreverem sobre o trauma, choque e terror, a fim de serem conscientes sobre os potenciais efeitos de um episódio ou cena nos espectadores”, concluiu a profissional da saúde.

A oitava e última temporada de Game of Thrones está focando na luta final pelo Trono de Ferro. Os episódios são disponibilizados no Brasil pela emissora e pelo serviço HBO GO simultaneamente à exibição nos Estados Unidos.

Além da oitava e última temporada, a HBO já está planejando a produção de série derivadas de Game of Thrones, uma delas estrelada por Naomi Watts, ainda sem data de estreia.

A temporada final de Game of Thrones está em exibição na HBO.