Spike Lee é conhecido por gerar controvérsia com suas obras e a série Ela Quer Tudo, que produziu para a Netflix, não fica longe disso.

A segunda temporada da série traz um diálogo, em seu quinto episódio, em que a personagem Nola Darling diz que os atores negros britânicos são ignorantes de sua própria história, acerca da escravidão e que os negros britânicos sofrm de “síndrome de Estocolmo”.

O trecho viralizou nas redes e até mesmo John Boyega, o Finn de Star Wars, criticou a cena.


“Lixo”, escreveu Boyega no tweet, que traz o trecho em questão. Veja abaixo.

A história foca em Nola (DeWanda Wise), uma jovem adepta do poliamor que tem três namorados: Greer (Cleo Anthony), um modelo; Jamie (Lyriq Bent), um banqueiro; e Mars (Anthony Ramos), um rapper.

Spike Lee rodou o longa a partir do qual adaptou a série no verão de 1985 e as gravações duraram apenas 12 dias. Para fazer o filme ele só precisou de US$ 175 mil. O clássico rendeu US$ 7 milhões nas bilheterias dos Estados Unidos.

A 2ª temporada de Ela Quer Tudo estreia na Netflix em 24 de maio.