Cuidado! Contém SPOILERS de The Handmaid’s Tale!

O episódio Unknown Caller, da terceira temporada de The Handmaid’s Tale, terminou com June (Elisabeth Moss) atrás de Serena Joy (Yvonne Strahovski) e Fred Waterford (Joseph Fiennes). Os dois fizeram um apelo televisionado para que Nicole, filha biológica de June, mas filha do casal pelas leis de Gilead, retornasse para eles no Canadá.

A reviravolta acontece depois de Serena prometer que deixaria Nicole para June, caso ela ajudasse a coordenador uma visita de despedida. A bebê estava sob os cuidados de Luke (O.T. Fagbenle).


O plano foi para o espaço quando Serena viu Luke e segurou Nicole. A protagonista tinha desistido da bebê na segunda temporada, pela segurança dela, mas decidiu mudar de ideia.

“Ela vê Nicole e explode emocionalmente, em seu íntimo. E eu acho que é na hora entre voltar para o avião e ver Fred, eu acho que ela mostra que é o que ela quer. E Fred dizendo aquilo para ela é perfeito. Ela pensa, ‘Ótimo, Fred fará o que eu quiser e é isso que eu quero agora. E Fred acha que é ideia dele, o que é melhor ainda’. Ela não precisa fazer nada nesse momento para convencê-lo, porque ele está tentando reparar o relacionamento. Nessa terrível reviravolta, o coração de Serena está ganhando sobre a sua mente e ela dá esse péssimo giro”, contou Strahovski  para o The Wrap.

Já Moss tem certeza que June está “100% arrependida” por ter ajudado Serena. A atriz vê a atitude como uma grande traição.

“Ela realmente se sente. É uma grande traição por parte de Serena e é incrivelmente decepcionante para ela. E June diz para ela, você sabe, June diz, ‘Não será o que você pensa’. É isso que ela diz na cena, ‘Não será o que você pensa’. E pelo amor de Deus, ela é a única que realmente teve a experiência de ver a filha e não poder levar com ela. Ela sabe o efeito que isso terá em Serena”, explicou a estrela.

A terceira temporada de The Handmaid’s Tale está sendo exibida semanalmente pela Hulu.

Mais sobre séries em Observatório de Séries