O diretor Miguel Sapochnik, que dirigiu os episódios mais marcantes de Game of Thrones, revelou para Esquire que a Batalha de Winterfell poderia ter sido um verdadeiro massacre. A ideia foi impedida pelos criadores David Benioff e Dan Weiss.

O diretor queria evitar que a nova batalha “fosse uma mistura” de outros combates que já foram apresentados na série. A Batalha de Winterfell foi o terceiro episódio da oitava e última temporada.

“Eu queria matar todo mundo. Eu queria matar Jorah no cavalo desde o início. Eu queria que fosse brutal, então nos 10 primeiros minutos tudo poderia acontecer. Mas, David e Dan não queriam. Teve muitas idas e vindas nisso”, contou o diretor.


Essa não é a primeira vez que Sapochnik fala sobre a resistência dos criadores da série. Anteriormente, o diretor revelou já ter sido “visualmente policiado” pela dupla.

As oito temporadas de Game of Thrones estão disponíveis na HBO Go.