Designated Survivor vai ganhar sua terceira temporada na Netflix, e a série com Keifer Sutherland terá algumas diferenças.

Em entrevista para o TV Line, o showrunner Neal Bear falou sobre as mudanças que virão na fase Netflix da série, que possibilitou a chegada de personagens que não aconteceriam na ABC – emissora anterior da série.

“Eu pude pensar sobre novos personagens que precisaríamos para contar os tipos de história que a Netflix nos encoraja a contar… Quando eu dei a ideia desses personagens para a ABC, eles me olharam de forma desconfiada. Quando eu falei pra Netflix, eles ficaram mais, ‘Ah, nos conte mais’. Você pode ir mais fundo, mas sombrio e mais arriscado, mas realista, e isso foi ótimo para nós”, anima Bear.


“O arco para Kirkman essa temporada é: pode um homem de integridade, valor e dignidade nadar pelo lamacento rio da política e não se sujar? Quais são as trocas? Ele pode manter sua honra?”, instiga o showrunner.

O thriller político protagonizado por Kiefer Sutherland (24 Horas) teve duas temporadas na ABC, que acabou cancelando a série por baixa audiência nos EUA. Mas, a Netflix se interessou justamente pelo apelo internacional.

A nova temporada da série mostrará o presidente Kirkman de Sutherland explorando a temática de campanhas eleitorais, debates e o escândalo das fake news, prometendo ser mais atual do que nunca.

No Brasil, as duas primeiras temporadas já estão disponíveis no catálogo do serviço de streaming.

A terceira temporada de Designated Survivor chega na Netflix amanhã (7).