Aparentemente alguns fãs não gostaram muito da negativa de Sandra Oh sobre Eve e Villanelle terem um relacionamento romântico no futuro, alegando que a série enganou os fãs ao indicar um romance lésbico – que não vai acontecer.

A atriz disse que os fãs “querem transformar [a relação das duas] em algo que não é real”.

De fato, o material promocional da série brinca com esse romance entre as duas, mas nada que já não tenha sido feito antes em filmes e séries (com personagens de orientações sexuais diferentes).


“Estou tão brava sobre o ‘queerbaiting’ na atual campanha de marketing de Killing Eve. Vocês não podem brincar com um relacionamento no marketing e então dizer que os fãs estão iludidos por quererem isso. E pensar que nessa semana eu os defendi de acusações de queerbaiting”, escreveu uma fã.

Pelo jeito as pessoas querem que tudo aconteça como elas querem, da forma mais previsível possível.

No Brasil, as duas temporadas de Killing Eve estão disponíveis no Globoplay.