Toonami explica problema de Dragon Ball Super

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A exibição de Dragon Ball Super nos EUA trouxe uma reclamação curiosa, com alguns fãs apontando que as cenas de ação tiveram a contagem de frames da imagem diminuída, provocando um efeito de câmera lenta.

Em seu perfil oficial do Twitter, Jason DeMarco, representante da Toonami, explicou esse problema, e está conectado ao chamado Teste Harding.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Toda série, comercial e etc é testada para garantir que não hã frames piscando que podem provocar epilepsia. Os últimos episódios de Dragon Ball Super tiveram cenas de luta com cortes de até um frame em alguns lugares – evidentemente falhando o Teste Harding”, explica DeMarco.

“A equipe de montagem do programa, que faz esses testes, normalmente só desacelera oscortes nessas cenas para quatro frames por segundo. No caso desses episódios de Dragon Ball Super, o resultado deixou as lutas insanamente devagar. Eles nem nos notificaram disso”, continua.

Porém, DeMarco garantiu que o problema de montagems será resolvido, e que a taxa será reduzida para 2 frames por segundo, a fim de se manter dentro do Teste Harding. O resultado “é muito melhor”, garante DeMarco.

Dragon Ball Super está em exibição.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio