A série da Epix, Pennyworth, faz uma viagem no tempo para revelar as origens do amigo de confiança, mentor e figura paterna de Bruce Wayne, Alfred Pennyworth. A série é de época, e não pretende apresentar o Batman de qualquer maneira. Em vez disso, explora os dias mais jovens do futuro mordomo do Batman e seu próprio pai malfadado, Thomas Wayne.

Pennyworth é a história de um jovem recém-saído do exército britânico. Ele está um pouco perdido e lutando para fundar uma empresa de segurança. É um longo caminho desde o conselheiro de confiança até o maior detetive do mundo, mas já vemos vestígios do homem em quem se tornará, e o super-herói que ajudará a preparar. Mas a série não segue histórias em quadrinhos específicas – em vez disso, dá sua própria versão do passado de Alfred.

Nos primeiros minutos da estréia, Alfred se depara com Thomas Wayne, indicando um relacionamento que levará à ascensão de um dos maiores super-heróis da DC. Mas como o encontro deles se compara aos quadrinhos?


Alfred Pennyworth: soldado e artista de palco

Nos quadrinhos, Alfred teve várias histórias de origem ao longo dos anos. Como relançamentos e mudanças de continuidade foram feitas, o histórico de Alfred também foi modificado. Ele foi originalmente chamado Alfred Beagle, e ele era um oficial da inteligência britânica que desistiu de tudo para honrar o desejo de seu pai moribundo de servir a família Wayne, uma tradição familiar.

Em versões posteriores, é dito que Alfred trabalhou para a família real britânica, e Thomas Wayne o contratou para trabalhar em Gotham. Então, ele foi reimaginado como um renomado ator de teatro, que então passou a se tornar o mordomo da família Wayne a pedido de seu pai moribundo.

Uma versão mais recente do mordomo do Batman estabeleceu uma fusão dessas duas histórias predominantes: Alfred era agora um soldado e espião, e começou a atuar depois de se aposentar de uma vida de ação. Foi somente quando seu pai o implorou para honrar a tradição de sua família que Alfred desistiu de sua paixão para se mudar para Gotham City.

Uma nova origem

Enquanto Pennyworth usa alguns elementos de histórias em quadrinhos de Alfred, também muda as coisas. Sim, Alfred é ex-militar do exército britânico, mas é praticamente onde as semelhanças terminam. Em vez de atuar, ele está tentando usar suas habilidades como um empreiteiro de segurança. Sua família não tem nenhuma conexão com os Wayne, de fato, o pai de Alfred o adverte para encontrar um emprego, para que ele não acabe se tornando um mordomo. A fala obviamente significa um aceno divertido ao futuro inevitável do personagem, mas também reafirma que essa origem é bem diferente.

Uma noite, trabalhando como segurança em uma boate, Alfred encontra Thomas Wayne depois de ajudar sua irmã. Impressionado com suas habilidades, Thomas oferece a Alfred seu cartão, se ele precisar de alguma coisa. E o resto, como dizem, é praticamente história.

Pennyworth, em seguida, leva as mudanças ainda mais longe por ter Thomas no meio de uma conspiração criminosa em Londres. Os dois personagens são forçados juntos por circunstância, depois que a namorada de Alfred é levada por sequestradores que exigem Thomas em troca. Felizmente, as habilidades de Alfred são suficientes para trazer todos para casa – mas isso é apenas o começo.

Thomas e Alfred estão agora na órbita um do outro, e seu trabalho conjunto será mais explorado até que, finalmente, o patriarca Wayne convide o inglês para casa, em Gotham City.

Pennyworth está em exibição nos Estados Unidos.