Gossip Girl ganhará um reboot no HBO Max, serviço de streaming da Warner Media, e parece que a nova versão da série não terá um elemento clássico: uma blogueira misteriosa.

“Sentimos que uma versão que tivesse apenas nosso elenco crescido, independente dos desafios de reunir esses atores novamente, não pareceria que um grupo de adultos sendo controlados por Gossip Girl faria muito sentido”, disse Schwartz.

“Sentimos que havia algo interessante de que todos nós somos a Gossip Girl agora à nossa maneira. Que todos promovemos nossa própria vigilância nas mídias sociais, e como isso evoluiu e mudou, contando essa história com uma nova geração de estudadas de Upper East Side pareceu a ideia certa”, afirma.


O reboot de Gossip Girl será escrito por Joshua Safran. Schwartz contou ainda que o escritor quer “subverter o paradigma da original”. Assim como a primeira versão, o novo seriado será baseado no livro de Cecily von Ziegesar.

“Oito anos depois do site original ter sumido, uma nova geração das escolas privadas de Nova York é introduzida para a vigilância digital da Gossip Girl. A prestigiada série vai mostrar como as redes sociais e Nova York mudaram nesses anos”, afirma a descrição.

Gossip Girl foi exibida entre 2007 e 2012, com seis temporadas. A série foi responsável por revelar nomes como Blake Lively, Penn Badgley, Leighton Meester, Chace Crawford e Ed Westwick.

O co-criador disse que cogita ter o elenco original de volta, mas apenas se os atores tiverem interesse. Além disso, Schwartz garante que esse não é o objetivo principal do reboot.

O HBO Max será lançado em 2020. A nova Gossip Girl ainda não tem previsão de lançamento.