ATENÇÃO: SPOILERS PESADOS PARA A TERCEIRA TEMPORADA DE STRANGER THINGS

A terceira temporada de Stranger Things está disponível no catálogo da Netflix, e seu final é definitivamente chocante. Aparentemente, temos a morte do policial Jim Hopper no último capítulo, que se sacrifica para impedir o plano dos russos e salvar os demais personagens em Starcourt.

Como é um daqueles casos onde é uma morte ambígua, vamos levantar a carta do otimismo e tentar pensar em como o nosso policial preferido de Hawkins pode ter sobrevivido – mesmo diante das circunstâncias mais impossíveis.


Alexei havia avisado anteriormente que a detonação do dispositivo russo não deixaria um corpo, já que reduz matéria a poeira. Isso deixa mais dúbio se Hopper sobrevive ou não, já que não o encontramos caído ali após os eventos climáticos do episódio final da temporada. Mas temos algumas evidências.

A direção do episódio estabeleceu que há uma escada que leva a uma área mais abaixo, onde Hopper poderia ter se abrigado de qualquer explosão ou raio de energia. Faz sentido que os Russos trariam um sistema de segurança, especialmente após o experimento fracassado no laboratório de Kamchatka no primeiro episódio da temporada. Dependendo do tipo de energia liberado pela máquina, é possível que Hopper possa ter sido arremessado e até protegido. Quem sabe?

A maior evidência fica com a cena pós-créditos de Stranger Things 3. Logo após o melancólico final, voltamos para Kamchatka, onde encontramos uma prisão russa onde um certo “prisioneiro americano” está sendo mantido. Existe uma grande chance desse prisioneiro ser nosso adorado Hopper, e não duvido nem um pouco de que essa seja a solução final.

A terceira temporada de Stranger Things já está na Netflix.