Pennyworth é uma série que examina a vida de um jovem Alfred, anos antes de se mudar para Gotham City e se tornar o mordomo de Bruce Wayne. Enquanto um jovem Thomas Wayne também faz parte do elenco, Bruce ainda não existe. Podemos nos encontrar em uma versão do Universo DC, mas ainda não há Batman – e certamente não há vilões do Batman.

Bem, quase. Na verdade, no segundo episódio da série, “The Landlord’s Daughter”, Pennyworth canaliza a clássica história em quadrinhos Um Conto de Batman: Gotham City 1889, de Brian Augustyn e Mike Mignola, apresentando sua própria versão de Jack, o Estripador.

Um Conto de Batman: Gotham City 1889 reinventou os mitos do Batman na era vitoriana. Depois de viajar pela Europa, Bruce Wayne voltou para casa em 1889 para se tornar o Homem-Morcego. Mas, ao fazer isso, uma série de assassinatos perturbadores revelou que Jack, o Estripador, o havia seguido para casa. O novo Batman correu contra o tempo para se salvar, assim como Gotham, da ameaça de Jack, o Estripador.


Pennyworth pode não ser ambientada nos anos de 1800, mas apresenta uma versão diferente da década de 60. A série mistura elementos do antigo e do anacrônico para criar sua própria estética única.

Sim, a série é ambientada nos anos 60, mas também há muitos elementos da era vitoriana de Londres em exposição, como as execuções públicas por enforcamento. Agora, graças a essa mistura de eras históricas, Pennyworth é capaz de apresentar sua própria versão de Jack, o Estripador.

No entanto, a série assume o personagem é muito diferente do que estamos acostumados. Na verdade, o nome dele não é Jack, e Estripador não é um apelido – é o sobrenome dele.

Em Pennyworth, John “Ripper” (“Estripador”, em tradução) é o chefe de uma assustadora família criminosa que comanda uma parte de Londres. As pessoas estão bem conscientes de suas atividades e sua reputação, tanto que a maioria não ousa falar seu nome. Eles só o chamam de Homem da Capela Branca.

Não são todas as diferenças: John Ripper mostra-se bastante perito no campo da anatomia. Na verdade, o Sr. Ripper abre o corpo de sua última vítima em uma mesa cirúrgica para retirar vários órgãos – órgãos que, aparentemente, planeja comer mais tarde.

John Ripper é um homem perigoso com uma forte presença em Londres, e Alfred acaba fazendo um acordo com ele em uma tentativa de levantar sua empresa de segurança. Claro, parece que ele também planeja ficar de olho no senhor do crime, mas Ripper é claramente alguém de grande poder.

No final do episódio, sua improvável barganha permanece, e parece que esse Jack, o Estripador se tornará uma presença recorrente na série. No entanto, dada a natureza heróica de Alfred e as tendências assassinas de John Ripper, isso certamente não terminará bem.

Pennyworth está em exibição no Epix, nos Estados Unidos.