The Walking Dead pode viver sua fase mais intensa na vindoura décima temporada, que vai apertar o conflito dos sobreviventes com o grupo radical dos Sussurradores, ameaça mais letal que zumbis.

Em entrevista para o TV Line, a showrunner Angela Kang trouxe detalhes desse conflito, além do centro emocional em alguns dos personagens.

“Preparem-se. O conflito é intenso. Uma pessoa como a Alpha não tem uma estratégia de batalha tradicional, então algumas coisas acontecem – em ambos os lados – que são surpreendentes e estranhas. Há elementos de paranoia, uma sensação de Guerra Fria”, adianta Kang.


“Há um núcleo emocional com Carol e Daryl. Isso nos ajuda a entender o peso humano dessa história, assim como Michonne. Há coisas de importância significativa que vamos descobrir, que trazem consequências gigantescas. Mas também teremos a boa velha Michonne sendo badass”, promete.

“Agora é primavera, poucos meses depois do final da nona temporada, quando o grupo de sobreviventes cruzou o caminho dos Sussurradores no duro inverno. As comunidades ainda estão tentando lidar com as consequências do encontro com o horrível poder de Alpha e os Sussurradores. A ideia de que uma civilização pode sobreviver num mundo cheio de mortos é colocada em dúvida”, afirma a sinopse.

O elenco da série conta com Danai Gurira, Norman Reedus, Samantha Morton, Khary Payton e Melissa McBride.

A 10ª temporada de The Walking Dead chega em 6 de outubro no Brasil, na Fox. A série será exibida a partir das 22h.