O penúltimo episódio da primeira temporada de Pennyworth terminou com seu personagem-título fugindo das autoridades. Mas essa não foi a pior parte.

A Raven Society agora dominava a Liga Sem Nome e o governo sequestrando a rainha Elizabeth II. Agora, no final da temporada, a Raven Society reforça seu domínio sobre Londres e planeja moldar o futuro da Grã-Bretanha.

Felizmente, ainda restam alguns heróis para fazer a diferença. Mesmo que Alfred esteja planejando viajar para a América para garantir sua liberdade, o ex-soldado muda de ideia ao ouvir menção de que a rainha foi sequestrada.


Em vez de fugir do país, ele monta uma operação de resgate por dois motivos: um, para salvar a rainha, é claro, e dois, para obter um perdão total. Mas há algo mais sobre o futuro mordomo do Batman – algo totalmente inesperado: uma noite de paixão com a própria rainha.

Para resgatar a rainha, Alfred traz seus dois amigos, além de Thomas Wayne e Martha Kane, os pais do Batman. Graças a um pouco de trabalho de detetive, eles conseguem localizar a rainha, que está sendo mantida em cativeiro por Bet Sykes e sua irmã.

A operação de resgate pode ser um esforço de equipe, mas é a missão de Alfred. Ele é quem acaba salvando a rainha e, como resultado, consegue tudo o que queria… e muito mais.

Depois de ser perdoado oficialmente, a rainha agradece a Alfred por suas ações heroicas, levando-o a seus aposentos particulares. Então, depois de passar a noite juntos, ela diz que aquilo precisa ficar em segredo. Enquanto eles gostam da companhia um do outro, isso é algo sobre o qual Alfred nunca pode falar.

Estamos certos de que uma noite com a rainha Elizabeth II um dia vai ser um tópico de conversa muito interessante com o Batman na Batcaverna.

Pennyworth está em exibição nos Estados Unidos.