The Mandalorian não será uma história separada dos principais acontecimentos dos filmes de Star Wars. Apesar de dar foco aos mercenários, a série promete revelar detalhes do tempo entre a trilogia original e a nova trilogia.

Para Entertainment Weekly, o diretor Dave Filoni e o criador Jon Favreau afirmaram que a produção mostrará o começo da Primeira Ordem. Dentro disso, existe a possibilidade de até o Supremo Líder Snoke ser lembrado.

“O universo não fica bom porque você explodiu Estrelas da Morte. Você tem os Rebeldes que venceram e tentam formar uma República, mas não há maneira de mudar isso para todo mundo. Você tem um Velho Oeste onde você está além das fronteiras e depois você tem Washington, onde há alguns oficiais, mas boa sorte em encontrar um deles”, ambientou Dave Filoni.


Já Jon Favreau foi mais direto. The Mandalorian se passa nos 30 anos entre Star Wars: O Retorno de Jedi e Star Wars: O Despertar da Força.

“O que poderia acontecer entre os 30 anos da derrubada do Império e o começo da Primeira Ordem? Você chega no Episódio VII e a Primeira Ordem não está apenas começando. Eles estão ali há tempos. Então de alguma forma, as coisas não foram administradas como poderiam se você está em dificuldades novamente”, explicou o showrunner.

A série segue as viagens de um pistoleiro solitário (Pedro Pascal) nos confins da galáxia, bem longe da autoridade da Nova República.

O elenco da série conta com os nomes Gina Carano, Nick Nolte, Giancarlo Esposito, Emily Swallow, Carl Weathers, Omid Abtahi e Werner Herzog.

Os diretores da série incluem além de Dave Filoni (Star Wars Rebels), Taika Waititi (Thor: Ragnarok), Rick Famuyiwa (Dope) e Bryce Dallas Howard (Jurassic World).

The Mandalorian estreia em 12 de novembro, no Disney+.