Cineastas não aprovaram nova mudança da Netflix

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nas últimas semanas a Netflix vem testando uma funcionalidade nos aparelhos Android que permite que os usuários mudem a velocidade de reprodução dos seus filmes e séries, o que faria com que mais conteúdo pudesse ser consumido pelos assinantes em menos tempo.

Porém, a medida, que ainda está em fase de testes, já está deixando muitos profissionais de Hollywood irritados.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quem se destacou mais nas críticas à Netflix foi o produtor Judd Apatow, que trabalhou em diversas séries e filmes como Superbad, Ligeiramente Grávidos, Girls, entre outras produções.

Em seu Twitter, Apatow atacou a Netflix, destacando sua frustração com a possibilidade de que essa funcionalidade estrague a obra de arte dos cineastas e prejudique o conteúdo.

“Não Netflix, não. Não me faça ligar para todo diretor e criador de série na Terra para te enfrentar nisso. Poupe meu tempo. Eu vou vencer, mas vai tomar muito tempo. Não ferre com nosso tempo, a gente te dá coisas legais. Deixe-as como elas tem que ser”, disparou o produtor.

Apatow ainda afirmou que quem deveria decidir como os produtos devem ser consumidos são os próprios artistas e não a Netflix.

“As pessoas deveriam poder fazer isso se o artista ou criador está de acordo. Mas se você quer assistir O Poderoso Chefão em 90 minutos então invente sua própria máquina pessoal para fazer isso. Serviços de streaming não deveriam apresentar conteúdo de um jeito que não era pretendido sem permissão”, reclamou o produtor.

Agora, resta saber se a polêmica funcionalidade será aprovada ou não pelos testes da Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio