Cuidado! Contém SPOILERS das HQs de The Walking Dead!

Em julho deste ano, The Walking Dead surpreendeu os fãs com o fim das histórias em quadrinhos. Foi a mídia que começou o universo dos zumbis e ainda inspirou a série de TV.

Agora, porém, a produtora Denise Huth garante que o final surpresa dos quadrinhos não tem grande impacto no seriado. The Walking Dead não deve terminar tão cedo.


“Eu amei como Robert Kirkman (criador e escritor das HQs) termina e onde deixa os personagens. Eu acho que abre possibilidades para nós. Eu sei que muitos fãs acham que a série vai acabar por causa dos quadrinhos. Eu não acho que seja o caso”, declarou a produtora.

Nas HQs, Rick Grimes é morto na penúltima edição. A história termina com Carl (que já morreu na série de TV) vivo, Maggie como líder de Commonwealth e Michonne comandando Alexandria.

“Nós seguimos o projeto, mas as coisas são tão diferentes entre a série e os quadrinhos agora que, apesar de o caminho não estar definido ainda, Angela Kang (a showrunner) e os roteiristas podem continuar escrevendo muitas histórias desses personagens apenas com a base que Robert nos deixou”, completou Huth.

The Walking Dead chega nesta semana com a 10ª temporada.

“Agora é primavera, poucos meses depois do final da nona temporada, quando o grupo de sobreviventes cruzou o caminho dos Sussurradores no duro inverno. As comunidades ainda estão tentando lidar com as consequências do encontro com o horrível poder de Alpha e os Sussurradores. A ideia de que uma civilização pode sobreviver num mundo cheio de mortos é colocada em dúvida”, afirma a sinopse.

O elenco da série conta ainda com Danai Gurira, Norman Reedus, Jeffrey Dean Morgan, Samantha Morton, Khary Payton e Melissa McBride.

A 10ª temporada de The Walking Dead chega em 6 de outubro no Brasil, na Fox. A série será exibida a partir das 22h.