Em 2019, a Netflix cancelou duas animações de comédia. As séries que encontraram o final são BoJack Horseman e Tuca & Bertie.

Até então, o motivo para os cancelamentos não tinha sido revelado. BoJack Horseman, que chegará ao fim após a sexta temporada, é uma das séries mais populares da plataforma.

Agora, de acordo com o Digital Spy, o fim das animações pode estar ligado à produtora delas e um novo acordo feito com as equipes.


Na última semana, quando BoJack Horseman foi cancelada, Aaron Paul, o dublador de Todd, usou o Twitter para agradecer os fãs. Além disso, garantiu que a decisão de terminar a animação é totalmente da Netflix.

O que acontece é que a série é feita pela ShadowMachine, produtora que trabalha para The Tornante Company, empresa do ex-presidente da Disney, Michael Eisner. No último mês de junho, a empregadora das séries entrou em negociações com a equipe de BoJack Horseman.

O acordo era algo desejado desde a primeira temporada. O Cartoon Brew afirma que apenas alguns empregados recebiam um salário pela série e benefícios de saúde desde a primeira temporada. Enquanto isso, os membros queriam igualdade no pagamento.

Com a atuação do Sindicato dos Animadores dos EUA, todos funcionários passaram a receber sob as mesmas condições a partir do contrato assinado neste ano.

O Digital Spy afirma que a Netflix não quis comentar se isso influenciou na decisão de cancelar BoJack Horseman. Sobre Tuca & Bertie, o site lembra que o seriado também era produzido pela empresa de Eisner e alguns animadores trabalhavam nos dois desenhos.

Tuca & Bertie foi cancelada apenas após uma temporada. Já a sexta e última temporada de Bojack Horseman chega com a primeira parte em 25 de outubro e a segunda em 31 de janeiro de 2020.