Publicidade

Personagem de Chicago P.D. corre perigo mortal durante crossover

Publicado por Alemão

17/10/2019 11:23

CONTÉM SPOILERS

Um novo crossover reuniu as séries Chicago Fire, Chicago Med e Chicago P.D., com os personagens trabalhando juntos para investigar uma infecção que tomou conta da cidade.

A investigação levou a unidade de Inteligência em uma perseguição à verdade, revelando que um biólogo insatisfeito procurou ensinar uma lição à corporação que retirou financiamento de suas pesquisas sobre bactérias mortais.

Embora o episódio seja repleto de tensões, quando um dos membros da Unidade de Inteligência se viu em quarentena, as coisas ficaram ainda mais dramáticas.

Depois que os bombeiros responderam a um incêndio no prédio de ciências da universidade e descobriram uma conexão entre o incidente e a infecção, Upton (Tracy Spiridakos) assumiu a tarefa de entrevistar funcionários que tiveram contato com a primeira vítima da doença.

Jay (Jesse Lee Soffer) descobre que uma assistente de laboratório que deveria estar no prédio quando o incêndio começou, convenientemente deixou de trabalhar no dia.

Quando ela chega na casa da mulher, a mesma está visivelmente doente. Upton ainda entra em sua casa e tenta perguntar sobre o caso, mas a moça entra em colapso.

A cena fica dramática depois que Upton vê que o sangue da mulher, que está vindo de uma ferida aberta causada pela infecção perigosa, entra em contato com ela.

Já no hospital, Natalie encontra um pequeno corte no dedo de Upton, o que significa que ela poderia ter contraído a infecção.

A policial é colocada em quarentena mas, felizmente, depois de alguns exames, é revelado que ela não contraiu o vírus.

Chicago P.D. está atualmente em sua 7ª temporada. No Brasil, a série é transmitida pelo Globoplay.

Publicidade