Cuidado! Spoilers de The Politician, da Netflix.

Profissionais de saúde mental estão incomodados com a nova série da Netflix, The Politician, que fala de questões de depressão e mostra um suicídio logo em seu primeiro episódio.

Logo no início de The Politician, temos o suicídio de River Barkley (David Corenswet), um jovem adolescente.


Apesar da cena não mostrar o suicídio em si, para muitos, a própria discussão em torno do tópico pode ser um problema, se feito da forma errada, já que a cena mostra o personagem com uma arma.

Por isso, mesmo com o aviso sobre “conteúdo sensível” que a série exibe, especialistas em saúde mental estão criticando a forma como a cena foi feita.

Em entrevista ao The Telegraph, Chris O’Sullivan, Chefe de Comércio e Engajamento da Fundação de Saúde Mental, criticou a abordagem de The Politician sobre a depressão em adolescentes.

“Dramas da TV naturalmente querem explorar e em alguns casos dramatizar angústia. Avisos de gatilho devem fazer parte da programação, mas eles deveriam ser sinceros. Avisos não dão uma licença para que conteúdo angustiante seja mostrado de forma gratuita, romantizando o suicídio e estigmatizando uma visão da depressão, além de mostrar métodos de suicídio, que podem aumentar o risco do efeito copycat [imitação]”, disse o especialista.

Essa não é a primeira vez que a Netflix é criticada por tramas deste tipo, já que o suicídio de Hannah Baker em 13 Reasons Why também foi bem polêmico.

The Politician está disponível na Netflix.