ALERTA DE SPOILERS

Chicago P.D. já perdeu um membro de longa data da Unidade de Inteligência na 7ª temporada com a saída de Antonio, e os eventos de “No Regrets” podem ter aberto a porta para outro integrante da equipe deixar a ação em um futuro não muito distante.

Como provocado no trailer da semana passada para este episódio, Burgess realmente descobriu que está grávida e tenta decidir o que fazer sobre isso. Agora, com base em sua decisão, ela pode não ser capaz de fazer seu trabalho com segurança.


A gravidez

Burgess sempre quis filhos, mas não tinha certeza se agora era a hora certa. Ruzek, que é o pai depois do pós-crossover, não a pressionou, e ele não discutiu quando Burgess disse que ela havia marcado “uma consulta”, presumivelmente para um aborto.

Depois de um caso que envolveu uma mãe que amava e valorizava seu filho acima de tudo, mesmo que seu pai fosse um homem que a sequestrara, agredira e a aprisionara há anos, Burgess pensou duas vezes.

Embora sua conversa com a mãe não tenha convencido Burgess de que chegou a hora de ter um filho, ela decidiu cancelar o compromisso. Por enquanto, decidiu não tomar uma decisão que não pode desfazer e continua grávida. Ela permanecerá assim ou chegará à conclusão de que não quer passar por uma gravidez neste momento de sua vida?

Uma decisão a ser tomada

Chicago P.D. está na sétima temporada, e Burgess está a bordo desde o início, então é lógico que ela possa decidir apenas ir em frente e ter um bebê agora. A mulher também já foi noiva de Ruzek, então ela deve ter pensado em ter filhos com ele no passado.

Além disso, ela tem sido muito infeliz no amor, com seu último namorado literalmente sendo assassinado. Ela quer filhos, e o momento poder ser ótimo.

No lado negativo, no entanto, se Burgess tomar a decisão de ficar grávida, então ela pode ter que deixar a Inteligência ou, pelo menos, reduzir seu trabalho na unidade.

Como disse o médico em “No Regrets”, Burgess não deveria estar perseguindo suspeitos em situações perigosas durante a gravidez, e uma grande parte do trabalho dos policiais da Inteligência está correndo perigo, com pouco mais do que um colete à prova de balas e seus próprios instintos.

Ela poderia permanecer na Inteligência em uma capacidade menos intensa e trabalhar mais nas partes internas da coleta de informações e do trabalho sem realizar ataques e operações secretas em situações perigosas.

Neste ponto, no entanto, não está fora do campo de possibilidade que Chicago P.D. poderia manter Burgess grávida e ativamente parte da equipe até sofrer tragicamente um aborto.

Teremos que aguardar os próximos episódios para saber qual será a decisão da personagem.

Chicago P.D. está atualmente em sua 7ª temporada. No Brasil, a série é transmitida pela Universal e pelo Globoplay.