ALERTA DE SPOILERS

Depois de prestar serviços comunitários e até ser presa após uma atitude indevida no hospital, finalmente chegou o momento do julgamento que decidirá o futuro de Meredith – ela poderá ser médica novamente, ou não?

O 8º episódio da 16ª temporada de Grey’s Anatomy começou com os médicos do Grey Sloan Memorial e do Pacific Northwest General se reunindo pela primeira vez para assistir à audiência de Meredith.

O advogado avisou Meredith para tomar cuidado com suas palavras e ser respeitosa para salvar sua carreira. A primeira reviravolta da noite chegou quando um dos médicos do painel chegou atrasado, e foi revelado que era um dos que não salvou a vida de Derek Shepherd (Patrick Dempsey).


A Dra. Bailey (Chandra Wilson) foi a primeira a testemunhar no processo e permaneceu fria durante todo o seu discurso. Ela não cooperou com a defesa de Meredith e ficou em silêncio enquanto o advogado do conselho médico mencionava seus crimes passados.

O advogado então interrogou o pai da paciente que Meredith alegou falsamente em seu seguro. Ele disse que a atitude da médica salvou a vida de sua filha. DeLuca (Giacomo Gianniotti) foi entrevistado a seguir sobre seu envolvimento no caso, quando o médico interrompeu o procedimento para perguntar sobre seu relacionamento com Meredith.

Levi Schmitt (Jake Borelli) foi a próxima testemunha. Ele elogiou seu trabalho anterior na O.R., mas o advogado falou sobre seu envolvimento com o paciente. Ela perguntou se ele notou que o nome havia sido alterado, confirmando a fraude no seguro, e ele admitiu que foi ele quem contou a Bailey, desencadeando todas as demissões e o drama jurídico.

Durante um intervalo, Meredith ponderou sobre a possibilidade de ela não ser médica novamente. Ela admite para DeLuca que seu relacionamento não sobreviveria se ela não fosse médica e ele fosse. Owen foi o próximo na bancada e elogiou a cirurgia premiada de Megan. O advogado, no entanto, mencionou como ele duvidava dela no momento em que a primeira cirurgia falhou.

Eles também trouxeram de volta um antigo assistente de Richard, que revelou que ele alterou o programa de correspondência de residentes quando Meredith era estagiária, então ela foi aceita no Seattle Grace por isso.

O testemunho de Alex (Justin Chambers) foi chocante depois que o controverso médico, o Dr. Castello, começou a questionar sobre a filha de Meredith. A linha de interrogação fez com que ela revelasse sua ligação com a morte de Derek. O confronto resultou no médico pedindo um recesso e desmoronando depois que ele começou a sofrer uma convulsão.

Os médicos entraram e o levararam para o Grey Sloan para o melhor tratamento. Amelia (Caterina Scorsone) e Teddy (Kim Raver) lideraram seu tratamento. Depois de encontrar uma hemorragia maciça em seu cérebro, Amelia implora que Koracik (Greg Germann) assuma o controle, dado o envolvimento do homem na morte de seu irmão. Após uma complicação, no entanto, o homem morre em cima da mesa.

E o julgamento?

Os eventos do dia levaram a comissão a adiar a audiência para uma data posterior, mas Alex mencionou centenas de pacientes que Meredith salvou na história de sua carreira, incluindo a rainha da beleza do primeiro episódio da série.

Alex também leu uma carta de Cristina Yang (Sandra Oh) dizendo que Meredith é o sol e que perder sua licença seria um grande erro. Ele também fez referências a personagens como Callie, Arizona, April, Addison e muitos outros.

Bailey volta e diz que, embora Meredith mereça aprender com o que fez, sua licença não deve estar em questão, porque ela aprendeu com seus erros e se tornou uma pessoa incrível.

A multidão então se reuniu enquanto esperava a resposta da comissão. O advogado de Meredith diz que eles decidiram retirar todas as acusações. Ela pode praticar medicina novamente. Bailey pede a Meredith para voltar ao hospital, apesar do que aconteceu. Ela aceita sua oferta e eles fecham com um doce abraço.

A 16ª temporada de Grey’s Anatomy está em andamento. No Brasil, a série é transmitida pelo canal pago Sony.