ALERTA DE SPOILERS

O 4º episódio da temporada final de Supernatural começou com um sonho – ou foi uma visão? – de Sam.

Nesse sonho, Dean é visto percorrendo os corredores do bunker matando demônios após demônios. E quando ele encontra um de seus companheiros de equipe caídos, ele se inclina e vemos que um deles é Benny.


Infelizmente, Benny não sai de cena vivo – e Dean também não – mas para o diretor Jensen Ackles, era importante que os fãs vissem um rosto familiar naquele momento.

“Foi escrito apenas como soldado. Eu pensava: ‘Podemos ter um rosto familiar, alguém que conhecemos?’ Então eles enviaram alguns nomes de pessoas do passado. Eu acho que alguém era Donna ou Jody ou Bobby. Havia uma lista de possibilidades, e eles começaram a chamar a lista e ninguém estava realmente disponível para aquele dia.

“Liguei para Ty [Olsson] e fiquei tipo, ‘Cara, você está disponível para passar meio dia na sexta-feira e filmar isso?’ Ele respondeu que estava em Calgarm trabalhando na quinta-feira, mas tinha a sexta-feira de folga. Então ele entrou e, literalmente, ficou lá por algumas horas. Foi tão legal tê-lo lá. Era como se ele nunca tivesse saído”, revelou o ator em entrevista ao Entertainment Weekly.

Olsson apareceu pela primeira vez em Supernatural na 2ª temporada como um vampiro chamado Eli, mas depois retornou ao programa na 8ª temporada como Benny, o melhor vampiro de Dean de seu tempo no purgatório. Ele foi visto pela última vez na série na 10ª temporada.

A 15ª temporada de Supernatural já está em exibição nos EUA. No Brasil, a série é transmitida pelo canal Warner.