A maneira como Os Simpsons foram originalmente concebidos pelo criador Matt Groening traria uma subtrama com uma reviravolta essencial para o enredo.

Homer, na verdade, vivia uma vida dupla e também era o homem por trás de Krusty, o Palhaço, o tempo todo.

Groening explicou em entrevista ao EW a ideia e a ironia por trás disso, já que Bart nunca teve respeito por seu pai, Homer, e sempre adorou Krusty.


“A ideia original por trás de Krusty, o Palhaço, era que ele era Homer disfarçado, mas Homer ainda não conseguia nenhum respeito por seu filho, que adorava Krusty. Se você olhar para Krusty, é apenas Homer com cabelos compridos e um tufo na cabeça.”

Abandonar o enredo de Homer como Krusty permitiu que o palhaço se tornasse um personagem recorrente favorito dos fãs, já que foi apresentado em muitos ótimos episódios.

Além disso, Krusty cumpre uma função inestimável da série, encapsulando todos os estereótipos negativos sobre celebridades e o show business.

Os Simpsons está atualmente em sua 31ª temporada, e é exibido no Brasil pelo canal FOX.