Em 2018, a elogiada The Affair foi transformada em alvo de polêmica. A protagonista Ruth Wilson anunciou que estava deixando a série, mas não quis revelar o motivo da saída.

Após quatro temporadas, a famosa tinha conseguido um Globo de Ouro de Melhor Atriz pelo papel de Alison. Isso fez aumentar os rumores.

O principal deles seria de uma desigualdade salarial. Agora, porém, o The Hollywood Reporter traz informações perturbadoras.


Ruth Wilson teria desistido da série por conta de um “ambiente tóxico” em que uma produtora coagia e tentava obrigar os atores a ficarem nus e aceitarem cenas de sexo.

A versão do site

Além de “tóxico”, a série foi chamada de “hostil” por conta da produtora-executiva Sarah Treeme. Ruth Wilson começou a sentir dúvidas sobre os pedidos de cenas de sexo “arbitrárias” da profissional e de momentos “excitantes”, que começaram a aparecer ainda na 1ª temporada.

Outro problema citado pelo site é a história de Alison. A atriz estava ficando insatisfeita com o destino da personagem.

“Repetidas vezes, testemunhei Sarah tentando convencer os atores a ficarem nus, mesmo que não se sentissem à vontade ou não estivessem contratualmente obrigados. ‘Todo mundo está esperando por você’ ou ‘você está linda’, eles diziam para aliviar inseguranças que os atores tinham”, diz a publicação.

O ambiente apenas piorou após Ruth Wilson descobrir uma reunião da criadora de Girls, Lena Dunham, com o produtor de The Affair, Jeffrey Reiner. Nesse encontro, Reiner elogiou a escritora e atriz por ficar nua na série dela.

Não apenas isso, pediu que Dunham tivesse uma reunião com Ruth Wilson. A produção de The Affair queria que a famosa mostrasse os peitos na série ou “um pouco da vagina” nas gravações.

Para finalizar o perturbador encontro, Reiner teria reclamado dos corpos das atrizes de The Affair e ainda mostrou a foto de “uma amiga em comum com um pênis ao lado do rosto”. A mulher na imagem seria a atriz Maura Tierney.

Ao saberem do caso, os atores reclamaram. Treeme, então, fez um e-mail tentando acalmar os ânimos. Após o caso, Ruth Wilson decidiu que era hora de deixar The Affair.

“Esta é uma indústria sexy e estamos criando um programa com muito conteúdo sexual. Mas queremos manter essas coisas sexy na tela”, afirmava a mensagem da produtora.

Ruth Wilson gravou as cenas finais sem a presença da produtora no set e Reiner estava proibido de filmar episódios com a atriz. A famosa ainda teria ganho uma pagamento “substancial” pela saída.

A resposta

Para o The Hollywood Reporter, Treeme se defendeu com um comunicado.

“Eu nunca diria essas coisas a um ator. Não é quem eu sou. Eu não sou uma pessoa manipuladora e sempre fui feminista. A ideia de cultivar um ambiente inseguro ou assediar uma mulher em um dos meus programas é totalmente ridícula e carece de fundamento”, afirma a produtora.

Ruth Wilson ainda não se pronunciou após as polêmicas informações.

The Affair terminou em 2019 após cinco temporadas.