Bruce Wayne de Titãs é oficialmente o pior Batman de todos os tempos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

ALERTA DE SPOILERS

O final da segunda temporada dos Titãs confirmou o que os fãs temiam há muito tempo: o Bruce Wayne da série é o pior Batman do multiverso. Ironicamente, isso não se deve a nenhuma falha do ator Iain Glen, mas inteiramente à culpa do roteiro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os fãs ficaram céticos quando foi anunciado pela primeira vez que Iain Glen havia sido escalado para o papel de Bruce Wayne. Mais conhecido por seu papel como Sir Jorah Mormont em Game of Thrones, muitos fãs do Batman duvidavam que um ator escocês pudesse convencer a interpretar um bilionário americano.

Outros achavam que Glen era velho demais e não possuía a fisicalidade necessária para ser um Batman convincente, mesmo que seu papel tenha sido limitado a interpretar as alucinações de Dick Grayson sobre seu pai adotivo.

Infelizmente, qualquer boa vontade que poderia ter sido dada a essa encarnação morreu na season finale da 2ª temporada de Titãs. O episódio viu o clone do Superman chamado Conner ser colocado à venda pelo maior lance da Cadmus Laboratories.

A empresa corrupta, que era de propriedade e operada secretamente por Lex Luthor, organizou um teste horrível do Super Soldado, colocando-o contra um Garfield Logan, controlado pela mente, depois de soltar o chamado Mutano em um carnaval cheio de pessoas inocentes. Ao mostrar Conner em ação lutando contra um perigoso metahumano, Cadmus esperava aumentar a oferta sobre ele.

Por que não agir antes?

Bruce Wayne aparentemente aprendeu sobre o leilão da Cadmus Laboratories e tomou medidas para pará-lo, desligando o feed digital de Conner lutando contra Garfield do Bat Computador, enquanto preparava uma xícara de chá.

Isso encerrou o leilão e impediu Lex Luthor de lucrar com o desastre. Isso levanta a questão, no entanto, de por que o Batman não tomou uma ação direta se soubesse sobre o leilão com antecedência.

Por que ele não entrou furtivamente em Cadmus e resgatou Conner e Garfield antes que eles pudessem ser forçados a lutar? Por que ele não ligou para a Liga da Justiça para proteger as pessoas no carnaval?

A resposta óbvia é que Bruce Wayne confiou nos Titãs para intervir e salvar seus amigos, mas não havia garantia disso. Na época da primeira transmissão aos clientes da Cadmus, os Titãs ainda estavam divididos e não havia indicação de que os vários membros da equipe estavam voltando para São Francisco.

Além disso, o Batman nunca foi conhecido por confiar demais, mesmo quando envolvia uma equipe liderada por seu protegido mais antigo.

Revelação decepcionante

Esse ponto se tornou duplamente irritante quando foi revelado, no final da 2ª temporada, que o Bruce Wayne, que se pensava ter reunido Columba, Donna Troy, Ravena e Estelar, e os convenceu de que precisavam se juntar aos Titãs, era uma projeção psíquica criada. pelo subconsciente de Ravena e não o verdadeiro Bruce.

Isso confirma que Bruce Wayne, dos Titãs, não fez nada para impedir os planos de Cadmus, além de um pouco de hacker na segurança da Batcaverna. A ideia de qualquer versão do Batman não colocar-se em perigo para salvar a vida de pessoas inocentes é inconcebível e indigna de qualquer personagem que vista o manto do Homem-Morcego.

Titãs está em exibição no DC Universe. No Brasil, a 1ª temporada está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio