Chefe de The Witcher explica qual a maior mudança feita em relação ao livro

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

The Witcher, da Netflix, tentou adaptar os três livros escritos de Andrzej Sapkwoski em apenas oito episódios e apesar de tentar se colocar como uma adaptação fiel, a série trouxe algumas mudanças inevitáveis.

De acordo com a chefe de The Witcher, Lauren S. Hissrich, as grandes mudanças giraram em torno principalmente da personagem de Ciri.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ciri foi introduzida precocemente

Em entrevista para o The Wrap, Lauren falou sobre as mudanças que trouxe para The Witcher, na Netflix.

“A maior mudança em relação ao material original foi me certificar de que Ciri e Yennefer fossem bem representadas nessa história. Eu não queria esperar até a 2ª ou 3ª temporada para introduzi-la [Ciri]”, explicou a produtora.

Nos livros de The Witcher, Yennefer aparece apenas no final do livro O Último Desejo, enquanto Ciri aparece apenas em A Espada do Destino. Na série, as duas aparecem quase que simultaneamente com Geralt, o protagonista.

Sobre The Witcher

O elenco de The Witcher conta com Henry Cavill (Liga da Justiça) como Geralt de Rivia, Anya Chalotra (Wanderlust) como Yennefer e Freya Allan (Bluebird) como Ciri.

Além desses, temos Jodhi May (Game of Thrones) como Rainha Calanthe; Björn Hlynur Haraldsson (Fortitude) como o marido dela, Eist; Adam Levy (Knightfall) como Mousesack; MyAnna Buring como a comandante da academia de magia Aretuza, Tissaia; Mimi Ndiweni e Therica Wilson-Read como Frangilla e Sabrina; e Millie Brady como a princesa rebelde Renfri.

A 1ª temporada de The Witcher está disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio