Embora seja difícil imaginar Sam e Dean com outro nome, “Winchester” não foi a primeira escolha de Supernatural. Aqui explicamos o que era o sobrenome original e por que ele tinha que ser mudado.

Criada por Eric Kripke, Supernatural passou por várias alterações significativas durante sua jornada para a telinha, incluindo os personagens centrais sendo jornalistas em vez de irmãos caçadores de monstros, o irmão mais novo sendo chamado Sal, não Sam, e Supernatural sendo um filme, em vez de uma série de TV.

Em última análise, é claro, Supernatural rapidamente se estabeleceu em um ritmo familiar e quinze temporadas depois, essa fórmula milenar de Sam e Dean Winchester salvando pessoas e caçando coisas em todo o interior dos Estados Unidos ainda está forte. O próprio nome Winchester tornou-se intrinsecamente ligado ao tecido de Supernatural.


Não apenas os personagens do programa tratam o nome com reverência ou medo (dependendo se são bons ou maus), mas mesmo os fãs de TV com apenas o conhecimento mais vago de Supernatural provavelmente já ouviram falar dos irmãos Winchester.

Por mais estranho que possa parecer, esse nome nem sempre foi um item básico de Supernatural e, na verdade, foi uma adição relativamente tardia ao conceito. Eric Kripke afirmou anteriormente que a dupla central de Supernatural deveria se chamar Sam e Dean Harrison, como uma homenagem ao fanfarrão Han Solo de Harrison Ford, nos filmes de Star Wars.

A essa altura, o cenário de Lawrence, Kansas, já estava cravado como chave da trama, graças às lendas urbanas da vida real do cemitério Stull da cidade, e constatou-se que um “Dean Harrison” real já morava no estado. Detectando possíveis problemas legais mais adiante, advogados da rede pediram uma mudança de sobrenome, e foi aí que o título de Winchester foi forçado a existir.

Inspirações para o novo sobrenome

Segundo Kripke, a substituição por Winchester foi inspirada em duas fontes. A primeira delas foi a famosa empresa de armas e espingardas do século XIX, e a segunda foi a Winchester Mystery House, que pertencia à mesma família e agora serve como uma atração turística supostamente assombrada em San Jose.

Embora ambos os sobrenomes tenham um sabor distintamente americano que se adapta ao tom abrangente de Supernatural, muitos provavelmente sugerem que a segunda escolha Winchester era a opção superior. Embora nunca haja nada de errado em prestar homenagem ao contrabandista e canalha número um da galáxia de Star Wars, não há conotações paranormais reais ao sobrenome Harrison, mas o título de Winchester é mais adequado de maneira sutil.

Evoca imagens das armas, que os irmãos usam diariamente, e também tem conexões para casas mal-assombradas, que Sam e Dean também costumam frequentar. Isso ajuda a criar uma atmosfera assustadora sem recorrer a sobrenomes mais óbvios, como Warren ou Harker.

Por outro lado, Harrison não possui esse tipo de qualidade distinta e única que fez o nome de Winchester ser uma parte tão icônica da mitologia de Supernatural, e Sam e Dean talvez não tivessem sido tão atraentes para o público se esse pequeno detalhe não tivesse sido mudado.

A décima quinta temporada de Supernatural está em exibição.