ALERTA DE SPOILERS

A parte 2 do crossover Crise nas Infinitas Terras mostrou como o Batman pode realmente ser sombrio e tomar atitudes drásticas, já que o episódio mostrou que o herói da Terra-99 matou o Superman de seu mundo.

Depois de reunir os heróis no Waverider da Terra-74, o Monitor explicou que procurava vários outros para ajudar a derrotar seu irmão, o Anti-Monitor. Dois já estavam a bordo: Sara Lance, a Paragon do Destino, e Kara Danvers, a Paragon da Esperança.


Ele enviou os outros heróis para procurarem os Paragons da Verdade e da Coragem, com Superman, Lois Lane e Iris West-Allen buscando o primeiro, e Kate Kane e Kara procurando pelo segundo.

Batman vs Superman na Terra-99

Isso levou Kate e Kara à Terra-99, onde conheceram um velho Bruce Wayne interpretado por Kevin Conroy. Enquanto Kate conversava com seu primo, Kara ficou com seu assistente Luke Fox.

Luke exibiu os troféus de Bruce: as lembranças que ele tirara dos vilões que ele matara, como Charada, Senhor Frio e Coringa. Entre eles, Kara viu um par de óculos, rachado e respingado de sangue.

“Aqueles pertenciam ao Superman – seu alter ego, pelo menos”, explicou Luke.

“Bruce matou o Superman desta terra?” Kara perguntou horrorizada.

“Quem você acha que o colocou nesse exoesqueleto?” ele respondeu com um sorriso. “Grande erro.”

Bruce Wayne sem esperança

Enquanto isso, Kate se juntou a Bruce na Batcaverna. Ela tentou convencê-lo a se juntar a eles, em um esforço para salvar outros mundos da morte, mas ele simplesmente disse:

“Bem, se eles são como este mundo, talvez seja o melhor… Não havia esperança neste mundo.”

Com isso, Kara entrou no quarto vestindo seu super traje. “Esse cara não é um Paragon de nada”, ela cuspiu.

“Um estranho visitante de outro planeta vem à Terra com poderes e habilidades muito além daqueles dos homens mortais? Clark. Clark sempre dizia sim a alguém com um distintivo ou uma bandeira. Ele dava muito poder a eles. Meus pais me ensinaram uma lição muito diferente: a vida só faz sentido se você forçar.”

Com isso, ele puxou o punho e deu um soco em Kara, fazendo-a voar pelo quarto. As manoplas em seu exoesqueleto brilhavam em verde, revelando a criptonita dentro.

“Uma pequena lembrança da antiga cidade natal”, explicou ele, enquanto Kate protegia Kara com seu corpo. “A Kate que eu conhecia não confiava em ninguém, muito menos em um kryptoniano.”

“Eu não sei o que aconteceu com você, Bruce, mas isso termina agora”, disse Kate.

“Sim”, Bruce concordou. “Deixe terminar. Deixe tudo terminar. Este mundo não vale a pena ser salvo em nenhum universo.”

“Se você realmente pensa assim, terá que matar mais uma pessoa: eu”, ela insistiu, ficando entre ele e Kara.

A morte do Batman

“Não seja tolo”, ele respondeu. Ela agarrou o braço dele, bloqueando-o e chutou-o no peito. O golpe o mandou para trás, então ele bateu em uma mesa de metal com as costas.

O exoesqueleto estalou, enviando uma corrente elétrica através de seu corpo. Ela deu um passo à frente para ajudá-lo, mas Kara a segurou, apontando que ela também morreria se o tocasse.

“Kate, me escute”, ele ofegou. “Não há esperança.” Ele então deu seu último suspiro e morreu.

Derrotados, eles retornaram ao Waverider. “Bruce Wayne não era um Paragon de nada”, disse Kara.

Batman tentou matar Kara, e agora ele está morto”, acrescentou Kate com um sorriso tenso. “Então, estamos condenados.”

Símbolo de coragem

O Monitor insistiu que ainda havia esperança. Com isso, Ray Palmer ligou seu detector de Paragon, que sinalizou a nave como o último local de coragem.

“Sua máquina funciona muito bem”, disse o monitor, revelando que Kate sempre foi o Paragon. “Eu disse que o caminho para a Terra-99 a levaria a isso, e aconteceu. Você é o Morcego do Futuro, Kate Kane. Você é o modelo da Coragem.”

Crise nas Infinitas Terras é dividido em 5 partes: as três primeiras em 2019 – Supergirl e Batwoman, já exibidos em 8 e 9/12, e The Flash em 10/12, enquanto os dois episódios finais só vão ao ar em 14 de janeiro de 2020, com Arrow e Legends of Tomorrow.