ALERTA DE SPOILERS

Quando a nova sequência de abertura de Rick and Morty foi revelada pela primeira vez, os fãs tentavam adivinhar qual das cenas aleatórias seria incorporada nos episódios reais da série.

A 4ª temporada tem sido um passeio selvagem até agora, mas o episódio final dos primeiros cinco definitivamente levou as coisas para o próximo nível.


Quem teria imaginado que a cena aleatória de um estranho robô mutante lutando contra cobras seria um enredo real da série?

O que começou com Rick pegando um pneu furado no espaço e Morty de repente mordido por uma cobra espacial se transformou em Rick, dando a todo um planeta de cobras a capacidade de viajar no tempo

Tudo isso eventualmente levou a um apocalipse de robô que referenciou O Exterminador do Futuro (veja abaixo).

O Exterminador do Futuro

Quando a cobra que morde Morty morre, Rick revela que é uma cobra solitária que foi enviada ao espaço como parte de um ciclo evolutivo natural da tecnologia. Sentindo-se péssimo com isso, Morty pega outra cobra na Terra e a envia para o espaço.

Logo é revelado que a primeira cobra vem de toda uma sociedade avançada de cobras que crescem para aprender mais sobre seu misterioso novo visitante.

A criação em conjunto com esta cobra da Terra sacode a cadeia evolutiva deste planeta e logo Morty se vê atacado por cobras robóticas, mandadas de volta no tempo para matá-lo de salvar a sociedade orgânica da cobra.

No estilo típico de Rick and Morty, isso evoluiu até o ponto em que um pequeno androide (como visto na abertura da 4ª temporada) volta no tempo para proteger Morty.

Logo depois, Rick e Morty vão para o planeta cobra e descobrem que ele foi invadido pelo T-800 como cobras e outros assassinos que viajam no tempo.

Portanto, a única maneira de corrigir tudo é fazer com que eles viajem no tempo fazendo as próprias contas e, assim, Rick fecha o ciclo dessa sociedade em uma série de eventos cada vez mais estranhos que parodiam O Exterminador do Futuro.

A 4ª temporada de Rick and Morty está em exibição no canal norte-americano Adult Swim. Vale lembrar que, aqui no Brasil, as três primeiras temporadas da série estão disponíveis na Netflix.