O ator de Friends, David Schwimmer, disse que ele fez uma campanha para Ross namorar mulheres de cor no programa.

A comédia popular recebeu críticas por sua falta de diversidade para uma série que acontece em Nova York e, em uma nova entrevista, o ator de Ross Geller abordou essas questões e compartilhou que ele pressionou por uma melhor representatividade durante seus anos no programa.

“Talvez deva haver Friends com elencos totalmente negros ou asiáticos. Mas eu estava ciente da falta de diversidade e fiz campanha por anos para que Ross namorasse mulheres de cor”, disse o ator ao The Guardian.


Ele continuou: “Uma das primeiras namoradas que tive no programa foi uma mulher asiática-americana, e mais tarde namorei mulheres afro-americanas. Foi um impulso muito consciente da minha parte.”

Ross namorou Julie (interpretada por Lauren Tom) na segunda temporada, e depois namorou Charlie (Aisha Tyler) na décima e última temporada depois que ela estreou com Joey (Matt LeBlanc).

Debate sobre religião

Discutindo o episódio The One With the Holiday Armadillo, Schwimmer falou sobre a representação de outras religiões em Friends, dizendo que está feliz por o programa “reconhecer” a presença de outras celebrações culturais.

“É interessante também como o programa lidou com o judaísmo dos personagens. Eu não acho que tenha sido algo que abalou a terra, mas fiquei feliz por termos tido pelo menos um episódio em que não era apenas sobre o Natal.”

“Era também o Hanukkah e, ​​apesar de interpretar o tatu de Hanukkah, fiquei feliz por termos pelo menos reconhecido as diferenças na observação religiosa.”

Todas as temporadas de Friends continuam na Netflix brasileira.