Chefe de Grey’s Anatomy fala sobre mortes em crossover com Station 19

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cuidado! Spoilers do crossover entre Station 19 e Grey’s Anatomy.

O crossover de Grey’s Anatomy e Station 19 deixou os fãs apreensivos, mas no fim do dia, nenhum personagem importante acabou se despedindo das séries.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, segundo a chefe de Grey’s Anatomy, Krista Vernoff, a intenção de matar alguns personagens nesse especial existia.

Mortes evitadas

Em entrevista para a Variety, Vernoff foi questionada sobre a ausência de mortes importantes no crossover. A atriz explicou porque elas não aconteceram.

“Essa pergunta me faz rir, porque de fato, por muitos anos matar personagens era a marca registrada de Grey’s Anatomy. Quando eu voltei na 14ª temporada, fiquei pensando, ‘como vou surpreender as pessoas agora?’ e sinto que a coisa mais surpreendente até hoje é não matar personagens. Eu sempre falo com os roteiristas, ‘Então, no dia em que a gente matar, será chocante de verdade’.

Com esse crossover, eu digo que houveram discussões iniciais com a intenção de matar alguém. Mas o que aconteceu é que percebemos na metade da temporada de Grey’s Anatomy que Bailey iria perder o seu bebê. E aí percebemos que se matássemos alguém, não teríamos o tempo correto para processar essa perda”, explicou a produtora.

E você, ficou satisfeito com a ausência de mortes no crossover entre Station 19 e Grey’s Anatomy?

A 16ª temporada de Grey’s Anatomy está em exibição nos EUA.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio