Para a atriz Freya Allan, participar de The Witcher foi uma experiência incrível, mas também “bizarra” e “confusa” na mesma medida.

Allan, que interpreta a Princesa Ciri, revelou em uma entrevista que o processo de escalação de atores em The Witcher foi bem confuso, e que por um bom tempo, ela acreditou que viveria outra personagem.

Miralka ou Ciri?

Em entrevista ao Digital Spy, Freya falou sobre o processo de seleção para The Witcher. De acordo com ela, tudo acabou sendo extremamente confuso.


“Bom, basicamente, todo o processo de testes foi bem confuso, tenho que admitir. Eu nunca soube o que estava acontecendo de verdade, ou qual personagem eu estava tentando interpretar – ou se haviam codinomes para os personagens”, explicou.

Por um tempo, Allan acreditou que havia sido oferecido para ela o papel de Marilka, a jovem que ajuda o ilusionista Stregobor a armar para Geralt.

“Eles me falaram que eu seria Marilka. No dia seguinte, eles me ligaram dizendo, ‘[Alik Sakharov] que é a diretora, e Lauren, a showrunner, estão vindo com alguns produtores de Londres para me testar como Ciri’ e eu pensei: Eu sei que Ciri é o papel principal”, contou a atriz.

No fim, a diretora de elenco, Sophie Holland, convenceu Lauren S. Hissrich, a chefe de The Witcher, a escalar Freya Allan para o papel de Ciri.

“O mutante Geralt de Rívia é um caçador de monstros que luta para encontrar seu lugar num mundo onde as pessoas muitas vezes são mais perversas que as criaturas selvagens”, afirma a sinopse.

Henry Cavill vive Geralt, enquanto Anya Chalotra e Freya Allan interpretam, respectivamente, Yennefer e Ciri.

The Witcher está disponível na Netflix. A 2ª temporada tem previsão de estreia para 2021.