The Witcher, da Netflix, tem sido um enorme sucesso entre críticos e público desde que foi lançado no final do mês passado. Bem, entre a maioria dos críticos, pelo menos.

Polêmica

Um crítico que parecia menos entusiasmado com a série é o editor do Daily Wire, Andrew Klavan. Em seu podcast, o jornalista aparentemente ficou ofendido com o fato de as mulheres lutarem com espadas na série.

“Imediatamente, fiquei impressionado com o fato de haver uma rainha nisso que luta como um homem. Há algumas cenas em que as mulheres lutam com espadas. E eu odeio essas cenas, porque nenhuma mulher pode lutar com espadas. Zero mulheres podem lutar com uma espada.


“O que quero dizer com isso é que, em uma situação em que você está lutando contra homens acostumados a lutar com espadas, você será morto se for uma mulher que luta com uma espada 100% do tempo”, disse ele.

Fãs enfurecidos

Naturalmente, os fãs não ficaram nem um pouco contentes com esse comentário, e inundaram as redes sociais com críticas a Klavan.

“Prezado Sr. Klavan, convidamos você para nossa escola para testar sua coragem contra nossas alunas que estão ansiosas para colocar suas reivindicações à prova. Deixe-nos saber e podemos configurar o desafio!”, escreveu a página swordclassNYC no Twitter.

“Os Citas e centenas de outras tribos históricas querem uma palavra com a bunda ignorante Andrew Klavan. Imagine se apresentar como um “autor” e ser incapaz de uma pesquisa histórica?”, comentou outro usuário.

A 1ª temporada de The Witcher está disponível para todos os assinantes da Netflix.