A economia global está sofrendo um golpe substancial devido ao surto generalizado de coronavírus, mas existem algumas empresas que realmente se beneficiam dos efeitos sociais da doença, e a Netflix é uma delas.

Se beneficiando

O surto do coronavírus já causou quarentenas residenciais e paralisações de negócios em outras partes do mundo, e há uma chance de que o mesmo possa acontecer em áreas nos Estados Unidos em pouco tempo.

Isso fará com que as pessoas permaneçam em suas casas por longos períodos de tempo. Embora isso prejudique empresas como o cinema e as redes de supermercados, ajuda seriamente as que ganham dinheiro quando os usuários estão em casa.


O mercado de ações sofreu uma queda terrível nesta semana, com a pior venda de Wall Street em nove anos, mas as ações da Netflix aumentaram 0,8%.

Se as pessoas são forçadas a ficar em casa, é lógico que elas farão muita coisa. Empresas como Amazon, Facebook, Peloton e Slack são todos potenciais beneficiários do surto.

A Netflix “é um beneficiário óbvio se os consumidores ficarem em casa devido a preocupações com o coronavírus (vírus COVID-19), e isso se refletiu no considerável desempenho das ações nesta semana”, escreveu Dan Salmon, analista do BMO Capital Market (por Yahoo!).

A Netflix está disponível no Brasil com assinaturas que variam entre R$ 21,90 e R$ 45,90.