Robert Lee Noye, de 52 anos, pensou em uma maneira diferente de conscientizar uma mulher sobre racismo. O americano a sequestrou, levou para uma casa e a fez assistir a série Raízes.

O caso curioso aconteceu na cidade Cedar Rapids, em Iowa (EUA). A informação ganhou o mundo após a cobertura do jornal da cidade, o The Gazette.

“Assim ela poderia entender melhor seu racismo”, defendeu-se o homem sobre a atitude.


A mulher, que não teve o nome revelado, relatou que tentou fugir. Mas, Noye a fez sentar e assistir a série, caso contrário “a mataria” e depois “espalharia as partes do corpo dela pela estrada para Chicago”.

Série Raízes

A série é um clássico da TV americana, lançada em 1977. Baseada no livro Negras Raízes, de Alex Haley, a trama segue a família de Kunta Kinte, protagonista do livro que é levado aos Estados Unidos do século XVIII para ser feito de escravo.

A versão original da série conquistou 37 indicações ao Emmy, que se tornou um recorde na época. Raízes teve como estrela LeVar Burton.

Em 2016, Raízes ganhou um remake. Na ocasião, Malachi Kirky foi o protagonista.