A HBO reclassificou Watchmen como uma minissérie, deixando a porta aberta para a segunda temporada e além. No ano passado, a HBO estreou a primeira temporada de Watchmen, que serviu como uma continuação da série de quadrinhos de Dave Gibbons e Alan Moore.

Criado por Damon Lindelof, o programa usou o massacre de Tulsa da vida real, em 1921, como ponto de partida para uma história sobre injustiça racial e supremacia branca, contada pelas lentes do universo de Watchmen. A temporada aclamada pela crítica foi um sucesso geral, aumentando sua audiência através do boca a boca e chamando a atenção para uma atrocidade histórica muitas vezes esquecida.

Embora tenha deixado algumas perguntas sem resposta, o final da primeira temporada de Watchmen foi bastante conclusivo, e Lindelof disse (em várias ocasiões) que ele não está planejando fazer a segunda temporada. Ao mesmo tempo, ele espera que a série se torne uma antologia em que um novo produtor aparece a cada temporada para contar uma história diferente baseada no universo de Watchmen.


Enquanto isso, a HBO fez uma mudança que chama mais atenção para a incerteza em torno do futuro do programa.

A rede anunciou oficialmente que está reclassificando Watchmen de uma série de drama para uma minissérie após o final da primeira temporada. Em uma declaração sobre a decisão (via Variety), a HBO explicou: “Discutimos com os produtores e sentimos uma minissérie era uma representação mais precisa do programa e eventuais histórias futuras.”

Interesse em continuar

Ao fazer isso, a HBO praticamente garantiu que a história da primeira temporada de Watchmen não continuará em todas e quaisquer temporadas futuras, caso venham a acontecer. Muitos concordariam que é o melhor; a primeira temporada foi verdadeiramente subversiva ao condenar a violência e o racismo nos Estados Unidos e a maneira como desconstrói o gênero dos super-heróis.

Tentar replicar sua abordagem diretamente ou fornecer uma recompensa satisfatória para a cena ambígua final da primeira temporada seria uma decepção. Em vez disso, a segunda temporada seria melhor examinando um cenário diferente do universo de Watchmen.

Isso inclui aspectos da primeira temporada que alguns consideram pouco explorados (por exemplo, como é o Vietnã como um estado na versão alternativa da história do programa).

Supondo que Lindelof não retorne como produtor, as temporadas futuras de Watchmen também podem levar as coisas mais longe do que outras séries antológicas atuais de uma perspectiva artística. Enquanto todas as temporadas de programas como Fargo e American Horror Story refletem, até certo ponto, a visão de seus criadores, a segunda temporada de Watchmen permitiria a entrada de um contador de histórias diferente e realmente deixaria sua marca na propriedade (como Lindelof fez quando adaptou os quadrinhos da DC).

Além disso, isso poderia tornar mais fácil para a série se sustentar, com cada produtor derramando todas as suas ideias em uma única temporada antes de passar o bastão para outra pessoa.

A primeira temporada de Watchmen está disponível no HBO Go.