The Walking Dead novamente espiou sob a máscara de carne do Sussurrador Beta (Ryan Hurst) quando o novo episódio revelou que o número dois de Alpha (Samantha Morton) já foi um famoso cantor country chamado “Meia-Lua”. A verdadeira identidade de Beta foi sugerida pela primeira vez em um episódio da quinta temporada de Fear the Walking Dead, quando Daniel Salazar (Rubén Blades) abandonou discos de vinil mostrando um artista de música country sem nome cuja música foi apreciada por Magna (Nadia Hilker) em The Walking Dead, no episódio “What It Always Is”.

A música tocada pelo cantor country de Hurst foi inspirada no single “The Turtle and the Monkey”, lançado recentemente pela ex-atriz de Beth Greene, Emily Kinney.

Quem era Beta?

Em “Look at the Flowers”, Beta descobre a cabeça decapitada e zumbificada de Alpha na fronteira dos Sussurradores antes de retornar ao Grand Hotel, de inspiração ocidental. No interior, há um santuário do passado, adornado com pôsteres de shows cobertos de sangue anunciando “Meia-Lua: Ao vivo em concerto. A lenda em carne e osso por uma noite”.


Ao ver um desses pôsteres, Beta fica furioso, arrancando-o da parede e quebrando um violão em pedaços.

Depois de esfaquear Alpha no cérebro, matando-a para sempre, Beta estuda um disco empoeirado: “Meia-Lua: Ao vivo em concerto”. O homem conhecido como Meia-Lua toca seu álbum, atraindo uma multidão recorde de zumbis em um concerto final e perturbador.

Reunindo “guardiões” para seu exército de zumbis que será desencadeado sobre Alexandria, Beta arranca metade da máscara que ele nunca remove, substituindo a tira de pele por carne retirada da cabeça de Alpha.

Nos quadrinhos, Beta foi revelado como um famoso jogador de basquete que estrelou uma série de comerciais de carros.

A décima temporada de The Walking Dead está em exibição.