Que erro! Vikings forçou a barra para ajudar ascensão de Ragnar

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A parte final da 6ª temporada de Vikings deve chegar no fim deste ano e, enquanto não é lançada, os fãs reassistem episódios anteriores para matarem a saudade.

O problema é que, essa nova visita aos episódios acaba fazendo com que o público descubra alguns erros e inconsistências na trama da série.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Erro histórico

Durante a primeira temporada aclamada do épico histórico, o escritor Michael Hirst traçou as origens de Ragnar Lothbrok, um rei viking semi-mítico.

No quinto episódio da temporada, Ragnar está disputando o poder do chefe de Kattegat, Earl Haraldson, quando um vidente revela que ele tentará usurpar sua posição.

No entanto, um fã diligente revelou neste caso que o fato histórico não está exatamente alinhado com a ficção.

Um espectador dedicado delineou um extenso blog comparando a adaptação da lenda do viking contra os registros históricos.

Ele especulou se um chefe como Haraldson, historicamente chamado Jarl, estaria realmente preocupado com a ameaça representada por alguém como Ragnar.

O blogueiro disse: “Mas é realmente preciso que Haraldson se preocupe com Ragnar usurpar seu título? Eh … na verdade não. Para ser um Jarl, era preciso ser rico e influente.”

Ele ainda acrescentou: “E mesmo que todo o ouro da invasão tornasse nosso protagonista mais rico, você precisaria do polegar para cima do rei ou de outros Jarls. A cultura viking é bastante pesada.”

A 6ª temporada de Vikings é exibida no Brasil pelo Fox Premium 2. As temporadas anteriores estão disponíveis na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio