Charlie Sheen é um dos nomes mais polêmicas de Hollywood. No entanto, o ator consegue cativar alguns colegas.

Um deles é Jon Cryer, que estrelou a famosa Two and a Half Men com Charlie Sheen. O famoso relembrou com carinho os primeiros anos da comédia.

“Charlie e eu realmente nos acertamos. Nós tivemos uns bons primeiros anos. Foi realmente suave, tivemos um tempo adorável juntos e estávamos trabalhando bem”, relembrou o famoso para People.


Porém, os problemas começariam em Two and a Half Men. Jon Cryer acredita que tudo começou no divórcio de Charlie Sheen e Denise Richards.

“Primeiro, parecia que ele superaria, ele ainda era muito profissional – e muito amável com todos no set – mas, você não podia ver o que ele estava passando”, contou o ator.

“Tempestade de merd*” na comédia

Na 8ª temporada, Charlie Sheen perdeu o controle e atacou publicamente o criador da comédia, Chuck Lorre. Charlie Harper, personagem do ator, foi morto e substituído por Ashton Kutcher no 9° ano.

Jon Cryer comentou como isso afetou Two and a Half Men. Para o famoso, a situação também foi um marco no mundo das séries.

“Foi a primeira tempestade de merd* da internet, e além disso está que todos seus trabalhos estão amarrados nesse cara e todos somos amigos. Foi muito, muito estranho e tem o aspecto que eu realmente odiei, mas você sabe, sou grato pelos anos que tivemos”, contou Jon Cryer.

Após a saída de Charlie Sheen, Two and a Half Men perdeu o prestígio. A comédia terminou assim na 12ª temporada.

Atualmente, Jon Cryer é o Lex Luthor de Supergirl – em exibição da 5ª temporada. Enquanto isso, Charlie Sheen segue afastado de Hollywood.