Clark Gregg tem sido um elemento importante no MCU desde o seu início. O ator apareceu pela primeira vez como Phil Coulson em Homem de Ferro de 2008 e apareceu novamente em Homem de Ferro 2, Thor, Os Vingadores e Capitã Marvel.

No entanto, a maior parte de seu tempo como Coulson passou em Agents of SHIELD, série que está chegando ao fim. Recentemente, Gregg falou com a Variety sobre seu tempo no MCU.

Ele teve tempo para refletir sobre seus 12 anos na franquia da Marvel depois de ser questionado sobre algumas de suas memórias favoritas de Agents of SHIELD e o que significava interpretar o personagem por tanto tempo.


Grande jornada

“Eu pensei que Coulson estava morto e pensei que tinha terminado com esse personagem, mas todo o argumento de Joss Whedon era: acontece que há um grande segredo nisso”, começou Gregg.

“Ele não estava morto, estava na TV e havia um grande mistério na primeira temporada sobre o motivo de não estar morto. E agora ele estava com uma nova equipe de pessoas jovens e inexperientes que se tornariam uma família para ele. Porque ele passaria por momentos difíceis e alguns triunfos e sua única capacidade de sobreviver e transcender seria a maneira como acabariam trabalhando juntos e se comprometendo um com o outro.”

“Me encontrei como Coulson e não seria mais uma espécie de terciário, mas um líder – tudo isso foi um tremendo presente. E poder fazer isso como uma produção local com equipes em casa, eu vendo minha filha depois da escola todos os dias, não filmando em outro estado, mas em Culver City – foi espetacular. Tenho uma profunda gratidão. Será um dia triste quando eu for assistir ao último episódio disso no ar.”

Ele acrescentou: “Às vezes ainda tenho dificuldade em acreditar que isso aconteceu. Me sinto incrivelmente sortudo. Me conectei com fãs ao redor do mundo através desse personagem. Foi muito emocionante.”

Nos Estados Unidos, Agents of SHIELD retorna em 27 de maio.