Brianna Fraser (interpretada por Sophie Skelton) foi introduzida na terceira temporada de Outlander, quando sua mãe Claire Fraser (Caitriona Balfe) viajou de volta para a Escócia e revelou que Jamie Fraser (Sam Heughan) era seu verdadeiro pai. Claire voltou às rochas em Craigh Na Dun para se reunir com Jamie depois de 20 anos separados e logo depois que Brianna a seguiu.

Ao procurá-la, encontrou o pirata Stephen Bonnet (Ed Speelers), que a estuprou em uma pousada na Carolina do Norte.

Quando Brianna finalmente encontrou Claire e Jamie, ela revelou à mãe que havia sido estuprada.


Mais tarde, ela revelou que estava grávida e não sabia se o bebê era de Bonnet ou do futuro marido Roger MacKenzie (Richard Rankin).

O estupro de Brianna a assombrou durante as temporadas quatro e cinco, antes que ela finalmente matasse Bonnet na temporada mais recente.

Agora, ela está morando no cume de Fraser com Roger e o filho deles, Jemmy, e tentando deixar a agressão sexual no passado.

Tema pesado

No entanto, refletindo sobre o enredo, que faz parte dos romances de Outlander escritos por Diana Gabaldon, Sophie explicou que acha que é uma “vergonha” que a violência sexual esteja incluída no seriado.

“É uma vergonha, de certa forma, que exista tanta [violência sexual no programa], porque eu acho que deve ser tremendamente difícil para algumas pessoas assistirem”, explicou ela.

“Mas acho que a maneira como Outlander lida com isso é boa.”

Sophie acrescentou ao Town & Country: “Acho que vivemos nossos traumas e nossas alegrias através dos personagens.”

“Só espero que ajude mais do que atrapalhe as pessoas.”

A atriz espera que o enredo de Brianna proporcione consolo às espectadoras que já foram abusadas sexualmente.

No Brasil, Outlander está disponível na Netflix.