Os críticos de Hollywood divulgaram as análises sobre Space Force. A comédia da Netflix reúne um elenco estrelado, liderado por Steve Carrell, de The Office.

Além disso, Lisa Kudrow, a Phoebe de Friends, também está no elenco. Por conta dos dois nomes, a comédia da Netflix ganha bastante atenção.

Space Force segue o formato clássico das comédias americanas. A trama foca em um grupo de personagens e seus problemas hilários.


Na série da Netflix, uma força espacial é colocada como mais um braço do exército. Com isso, esse grupo de protagonistas é encarregado de criar essa nova força.

A comédia, no entanto, não agrada grande parte dos críticos. Apesar da trama criativa, os profissionais parecem ter se decepcionado com o que Space Force não entrega.

Inicialmente, a série da Netflix parecia ser uma piada sobre a Força Espacial dos Estados Unidos, criada pelo presidente Donald Trump. Porém, a comédia não toca no campo político, o que frustrou os críticos que esperavam por isso.

Nesse ponto, conforme as análises, é que começam os erros de Space Force.

Space Force não agrada críticos

A Entertainment Weekly aponta o grande erro da série da Netflix. Steve Carrell e Greg Daniels, que também criou The Office, escreveram Space Force, mas não quiseram tomar partido na discussão sobre o projeto da vida real.

Para a EW, a série da Netflix deveria ter escolhido um lado da discussão e ainda ter feito mais piadas com isso.

“Eles insistiram que não escolheriam um lado sobre a Força Espacial, mas esse é o tema da série. No esforço de não serem políticos, Carell e Daniels não conseguiram dar qualquer ponto de vista perceptível, entregando uma comédia vazia e surpreendentemente sem graça sobre a burocracia militar”, afirma a análise.

O The Hollywood Reporter nota o mesmo problema. Sem opinar na questão da Força Espacial, a comédia da Netflix não tem um bom desenvolvimento para os episódios finais da 1ª temporada.

“A série é uma sátira de uma política de impacto global e cósmico que Daniels e Carell querem evitar como algo ideológico ou político. Então, se não for outra ideia que não a de ‘essa coisa maluca que esse presidente quer’, não sei com qual perspectiva a série pode ser engraçada. E sem isso, não sei onde Mark (personagem de Carell) é engraçado…”, escreve o site.

Já o Nerdist acredita que Space Force peca no desenvolvimento dos personagens. O site relata uma sensação de não saber sobre o que a história é por causa da “inconsistência”.

“Em alguns pontos parece uma sátira, em outros uma farsa. Em alguns momentos parece super bobo e surreal, em outros é uma comédia direta. Essa inconsistência de tons faz você nunca saber o que está assistindo ou o que vai ter de cena em cena, ou episódio em episódio”, afirma o portal, que também não acha graça no protagonista Mark.

De qualquer forma, o melhor é sempre que os espectadores assistam para que tirem as próprias conclusões.

“Muito a contragosto, um general de quatro estrelas se une a um excêntrico cientista com a missão de fazer decolar a mais nova agência militar dos EUA, a Força Espacial”, diz a sinopse oficial da série da Netflix.

Além do astro de The Office e a atriz de Friends, o elenco ainda tem John Malkovich, Ben Schwartz, Jimmy O. Yang e Diana Silvers.

Space Force chega em 29 de maio da Netflix.