O famoso produtor Dick Wolf (Law & Order) pode se orgulhar por ter mais uma franquia de sucesso na TV. O profissional também tem envolvimento nas séries Chicago.

As produções Chicago Med, Chicago P.D. e Chicago Fire fazem grande sucesso, principalmente no Brasil. Mas, toda franquia sempre conta com uma tentativa que não funciona.

No caso dessa franquia é Chicago Justice. Por mais famoso que seja o universo, o drama com foco no mundo jurídico não deu certo.


Após uma temporada, em 2017, Chicago Justice foi cancelada. Inicialmente, o seriado trazia grande expectativa.

Chicago Justice contratou Carl Weathers e John Seda, que estava em Chicago P.D., para chamar atenção do público. De fato, o drama conseguiu, inicialmente, atrair os espectadores.

Porém, ao longo da primeira temporada, o motivo para o cancelamento começou a surgir e a emissora NBC decidiu dar um fim precoce a Chicago Justice.

O cancelamento de Chicago Justice

Chicago Justice é a prova de que a franquia não deve voltar a crescer. O motivo que levou a NBC ao cancelamento foi a quantidade de séries desse universo.

O presidente da emissora, Robert Blatt, até admitiu isso para o Deadline. Além disso, Chicago Justice foi considerada muito parecida com Law & Order.

“Virou uma espécie de problema de propriedade e apenas olhando para quantidade de séries de Chicago que podemos manter, nós achamos todas boas, mas parecia que Chicago Justice era a mais convencional, a mais próxima de Law & Order, então achamos que deveríamos sacrificar ela”, revelou o executivo.

Blatt garantiu que Chicago Justice tinha boa qualidade. Mas, a emissora não poderia manter tentas séries da mesma franquia.

O Deadline também informou que a audiência pode ter ajudado na decisão. Na 1ª temporada, Chicago Justice tinha os menores índices entre todos programas da franquia.

Por um lado, o cancelamento não significa o fim da história para os personagens. Como existe uma franquia, o elenco pode sempre voltar a aparecer.

John Seda, por exemplo, chegou a voltar para Chicago P.D. – até que depois deixou a série. Enquanto isso, Philip Winchester e Carl Weathers fazem participações especiais, com o primeiro até fazendo parte do elenco fixo de Law & Order: SVU nas 19ª e 20ª temporadas.

Com o fim de Chicago Justice, a franquia deve permanecer por um bom tempo com o trio Chicago Med, Chicago Fire e Chicago P.D..

No Brasil, as séries estão disponíveis no canal Universal e no Globoplay.