A terceira temporada de The Walking Dead, inicialmente, seria muito mais sombria do que acabou sendo.

Na terceira temporada, o prisioneiro Axel, interpretado por Lew Temple, se tornou um personagem memorável, apesar de ter durado pouco.

O que todos os fãs não imaginavam é que seria revelado que Axel era, na verdade, um assassino em série.


Destino alterado

Temple recentemente deu uma entrevista ao podcast Talk Dead To Me, em que conversou sobre seu personagem em The Walking Dead.

O ator contou que ficou chocado quando descobriu que seria revelado que Axel era um assassino em série.

Havia, inclusive, planos de uma cena em que Axel enganava Beth (Emily Kinney) para levá-la até a floresta, onde a mataria.

No entanto, Temple disse, os roteiristas de The Walking Dead mudaram de ideia na última hora, acreditando que a reviravolta seria “sombria demais” para a série.

Por causa disso, o personagem ganhou um tom menos obscuro, e ficou marcado em The Walking Dead por ter sido a primeira grande vítima do Governador (David Morrissey), um dos maiores vilões da série.

The Walking Dead ainda não tem data para retornar com novos episódios.