Vikings cortou ESTA cena de sexo para esconder importante segredo

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Vikings está chegando ao fim, e fãs já estão se preparando
para a última despedida e o desfecho da história épica dos filhos de Ragnar.
Como uma das séries históricas mais influentes de todos os tempos, Vikings vai
com certeza deixar saudades.

A temporada final de Vikings está atualmente em hiato, e terá
20 episódios para fechar todas as tramas da série, sendo divididos em duas
partes.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na segunda temporada de, Vikings, a série introduziu a Rainha Kwenthrith, uma sedutora e influente nobre que conta com a ajuda de Ragnar e seus guerreiros, por intermédio do Rei Ecbert, para tomar seu reino de volta.

O que muitos fãs não sabem é que várias cenas de sexo entre a personagem e Ragnar foram cortadas por um motivo bastante interessante. Confira abaixo!

Ragnar e a Rainha

Devido aos abusos cometidos pelo tio e outros homens em sua infância, Kwenthrith desenvolveu uma relação extremamente problemática com o sexo. Decidida a nunca mais ser submissa, ela se tornou a dominadora em todas as relações.

Por isso, a personagem
acaba se envolvendo com várias figuras de Vikings, e Ragnar não é uma exceção.

Em uma entrevista recente
a um canal do youtube, a atriz Amy Bailey revelou o motivo da série ter optado
por cortar suas cenas íntimas com o personagem de Travis Fimmel.

“Fui eu que convenci a
produção a cortar a minha cena de sexo com o Travis. Sempre achei que seria
mais interessante se o público não soubesse realmente se o Magnus era filho
dele”, afirmou a atriz.

Para quem não se lembra,
Magnus é o jovem que afirma ser filho de Ragnar e da Rainha, mesmo sem
apresentar provas de sua descendência.

Bailey também falou sobre
a recepção do público à sua personagem, que foi bastante criticada por sua “promiscuidade”
por parte dos fãs da série.

“Eu não sabia muito sobre
ela no início da série, apenas sabia que ela gostava de transar com todo mundo.
Eu não tinha ideia do motivo da sexualidade exacerbada da Rainha, e lutei para
encontrar as motivações. O Michael Hirst só me contou sobre o passado
traumático dela no próximo ano, e aí tudo fez sentido. As pessoas pensavam que
ela era  ninfomaníaca”, contou a atriz.

Vikings deve retornar com
seus episódios finais ainda neste ano.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio