O movimento contra o racismo nos Estados Unidos trouxe consequências também para TV. Séries que acompanham o trabalho da polícia no país foram canceladas após os protestos.

As manifestações, que levam a frase Black Lives Matter (Vidas dos Negros Importam, em tradução), começaram após policiais em serviço matarem George Floyd e depois, Rayshard Brooks. Isso também trouxe a reflexão para o entretenimento.

Apesar do cancelamento dos programas da polícia da vida real, a NBC tomou uma decisão sobre Brooklyn Nine-Nine e Chicago P.D.. Uma é uma comédia que acompanha um grupo de policiais, enquanto a outra é um drama.


A emissora confirmou que os seriados voltam para a programação normalmente. Chicago P.D. e Brooklyn Nine-Nine desenvolvem as 8ª temporadas.

Além disso, outra série policial do canal, Law & Order: SVU, também teve o retorno confirmado. O seriado volta para 22ª temporada.

A NBC apenas prometeu “algumas ações imediatas” a partir da reflexão com os protestos contra o racismo. Porém, a emissora não indicou quais seriam essas atitudes.

Brooklyn Nine-Nine promete mudar

Apesar da NBC não afirmar o que será feito, o elenco de Brooklyn Nine-Nine promete mudanças. A informação foi confirmada pelo ator Terry Crews.

“Outro dia tivemos uma reunião por causa do que está acontecendo. Estamos testemunhando muito abuso de poder. Então, nós tivemos conversas sombrias e esclarecedoras sobre como lidar com isso na nova temporada”, relatou o ator de Brooklyn Nine-Nine em entrevista para Seth Meters.

Além disso, Brooklyn Nine-Nine agiu de outra forma. O elenco e a produção doaram US$ 100 mil para que manifestantes presos pudessem pagar fiança.

Por enquanto, ainda não se sabe se Chicago P.D. seguirá pelo mesmo caminho.

Chicago P.D. e Brooklyn Nine-Nine devem voltar para novas temporadas no final de 2020. No Brasil, a primeira série tem exibição da Universal e está no Globoplay; enquanto a segunda tem 6 temporadas na Netflix.