Cole Sprouse, estrela de Riverdale, abriu o jogo sobre uma trama polêmica na série. O ator defendeu a situação, desde que não exista uma romantização.

Para MTV, o ator relembrou uma história da 2ª temporada de Riverdale. Nela, Cheryl foi uma vítima de ataque sexual.

No 5° capítulo daquela temporada, Nick, um antigo amigo de Veronica, está na cidade e tenta seduzir Cheryl. O estranho acaba a drogando e a leva para o quarto de hotel, onde pretende estuprá-la.


Veronica, no fim, consegue salvar a amiga. Cole Sprouse, por sua vez, pediu que momentos como esse não sejam romantizados.

O ator de Riverdale acredita que a discussão sobre o tema é importante. Mas, essa série e outras devem ter responsabilidade.

“Eu acho que é importante que eles cobriram bem e com responsabilidade. Eu acho que um dos pontos mais desafiadores sobre esse tipo de representação é a romantização sobre isso. É importante não romantizar algo que destruiu a vida das pessoas, realmente as machuca ou pode dar um gatilho para quem tem esse trauma”, declarou Cole Sprouse.

Discussão é importante, diz ator

Mas, o ator de Riverdale sabe que a série tem um público mais jovem. Por isso, entende quando essas tramas são usadas.

“Se alguém faz com responsabilidade, eu acho que é necessário, especialmente quando a nossa audiência de jovens adultos pode passar por circunstâncias de mesmo grau”, argumentou o famoso.

Na entrevista, o ator não comentou sobre outro assunto da vida dele. Cole Sprouse estaria separado de Lili Reinhart, outra estrela de Riverdale.

Os dois namoravam desde 2017. Porém, teriam terminado a relação, conforme informações do Page Six.

Enquanto isso, Riverdale está renovada para 5ª temporada. No Brasil, a série tem exibição do canal Warner.