Negan foi introduzido em The Walking Dead de forma chocante na 7ª temporada. As ações do vilão levaram às mortes de Glenn e Abraham.

Em uma entrevista, Michael Cudlitz comentou que queria ver Negan “sofrer” em The Walking Dead. Isso levou fãs a acharem que existe alguma mágoa por parte do ator com Jeffrey Dean Morgan, o Negan da série.

A declaração também foi considerada curiosa porque Cudlitz está trabalhando de novo em The Walking Dead. No entanto, como diretor.


O intérprete de Abraham em The Walking Dead voltou a comentar sobre Negan e Jeffrey Dean Morgan. Dessa vez para o podcast Dead Talk Live.

Cudlitz negou que tenha algum desentendimento com o colega. Pelo contrário, o ator elogiou bastante o Negan de The Walking Dead.

“Sou um fã”, diz ator

Ao ser questionado sobre Jeffrey Dean Morgan, o ator de The Walking Dead foi bastante sincero.

“Ele é um ótimo ator. Eu sou um fã, sou fã desde Grey’s Anatomy”, declarou o intérprete de Abraham.

Cudlitz ainda explicou que essa situação surgiu mais por conta das redes sociais. Há quem especule sobre uma possível briga, o que não é verdade.

“Não há qualquer desentendimento. É engraçado nas redes sociais, como, ‘Oh, eu aposto que você odeia ele’. Por que eu odiaria ele? Ele é um outro ator. Eu sabia que ia morrer bem antes dele ser escolhido no elenco”, lembrou o ator de The Walking Dead.

O intérprete de Abraham ainda teve mais uma pergunta difícil. Em uma luta entre Negan e Abraham, quem ganharia?

“Eu não gosto de jogar o ‘e se’, porque você sempre vai, ‘Oh bem, eu teria surrado ele e mudado tudo’. Bem, não, eu não fiz isso. Eu escolhi me sacrificar pelo grupo e salvar algumas vidas. Abraham pôde fazer uma última coisa para salvar aqueles que ele amou, que considerava como família”, concluiu o ator.

The Walking Dead está em hiato da 10ª temporada. A série ainda não conseguiu exibir o episódio final do ano por causa da pandemia do coronavírus (COVID-19).

No Brasil, The Walking Dead é exibida na Fox.