Brooklyn Nine-Nine deve mudar a história da 8ª temporada. A informação foi revelada pelo ator Terry Crews.

O ator, que vive o Terry na comédia, afirma que todos estão atentos aos protestos que acontecem nos Estados Unidos. O movimento começou após George Floyd ser morto por um ex-policial.

Além de lutarem contra o racismo, os manifestantes também criticam a brutalidade policial. O ator garante que tudo isso está modificado a abordagem da 8ª temporada de Brooklyn Nine-Nine, que é uma série de comédia policial.


“Outro dia tivemos uma reunião por causa do que está acontecendo. Estamos testemunhando muito abuso de poder. Então, nós tivemos conversas sombrias e esclarecedoras sobre como lidar com isso na nova temporada”, relatou o ator de Brooklyn Nine-Nine em entrevista para Seth Meters.

Além disso, Brooklyn Nine-Nine agiu de outra forma. O elenco e a produção doaram US$ 100 mil para que manifestantes presos pudessem pagar fiança.

Ator envolvido em polêmica

Terry Crews também é conhecido pelo trabalho em Todo Mundo Odeia o Chris. Nas redes sociais, o famoso se envolveu em polêmica com o colega de série, Tyler James Williams, que viveu o protagonista na comédia.

O astro de Brooklyn Nine-Nine chamou atenção ao postar que, “derrotar a supremacia branca sem pessoas brancas cria a supremacia negra. Equalidade é a verdade”. Veja abaixo.

O protagonista de Todo Mundo Odeia o Chris respondeu, afirmando que “ninguém está pedindo por supremacia negra e a narrativa que estamos machuca nossa causa e nosso povo”.

Os dois famosos disseram que não brigaram, mas Williams concluiu que as declarações de Terry Crews tiravam o foco do principal das manifestações.

Terry Crews volta para a 8ª temporada de Brooklyn Nine-Nine, que ainda não tem previsão de estreia.

“O brilhante e imaturo detetive Jake Peralta precisa aprender a seguir as regras e trabalhar em equipe quando um capitão exigente assume o comando de seu esquadrão”, diz a sinopse.

Brooklyn Nine-Nine tem 6 temporadas na Netflix.