The Big Bang Theory terminou em 2019 após 12 temporadas. Porém, esse não era o plano original da comédia.

A série poderia ter ganho mais temporadas. The Big Bang Theory só chegou ao fim porque Jim Parsons não queria mais viver Sheldon.

Sem o protagonista, a única escolha da série foi acabar com a história. Porém, surgiu uma razão para explicar a saída do astro de The Big Bang Theory.


Parecia que Jim Parsons apenas conversou para deixar The Big Bang Theory sem ter um futuro certo. Porém, o produtor Ryan Murphy revelou o que realmente aconteceu.

O ator de Sheldon assinou com uma nova série para que pudesse deixar The Big Bang Theory.

Novo trabalho de Sheldon

Ryan Murphy contou que Jim Parsons logo assinou para estar em Hollywood, série da Netflix. Para o produtor, o trabalho foi perfeito para que o ator pudesse se despedir do papel em The Big Bang Theory.

“Eu chamo de momento Mary Tyler Moore de Sheldon. Jim é brilhante e acho que muitos lembram dele como Sheldon. Mary Tyler Moore, quando finalizou a comédia dela e fez Gente como a gente, virou de doçura da América para a vilã da América. Eu apenas achei que Jim fosse detonar com esse papel. Ele usa dentes falsos, fica calvo e faz esse personagem que nunca fez. Eu acho que foi libertador para ele”, comentou o produtor ao USA Today.

Na série Hollywood, o ator de The Big Bang Theory vira o polêmico agente Henry Willson em uma história que se passa nos anos 1940 em Hollywood. Na trama, o personagem aparece como uma espécie de antagonista.

Antes, o próprio Jim Parsons confirmou que queria algo novo após The Big Bang Theory. O famoso definiu o papel em Hollywood “como ser uma criança em uma loja de doces”.

“Em Hollywood, após a Segunda Guerra, um ambicioso grupo de cineastas e atores faz de tudo para realizar seus sonhos de fama e sucesso”, diz a sinopse da Netflix.

Hollywood tem 1 temporada na Netflix. Enquanto isso, The Big Bang Theory está disponível no Globoplay.